sábado, 16 de setembro de 2017

[Resenha] Elantris

“[...] Cada corte, cada raspão, cada hematoma e cada ferida ficará com você até que enlouqueça de sofrimento. Como eu dizia, bem-vindo a Elantris.” (Página 19)


quinta-feira, 31 de agosto de 2017

[Resenha] Death Note

“Maligno? EU SOU A JUSTIÇA! Sou o homem que salvará os oprimidos. E serei o Deus de um novo mundo, um mundo ideal! Aqueles que se opõem a Deus, estes, sim, são malignos!”


“Death Note” é um filme, produzido pelo Netflix, baseado na obra de Tsugumi Ohba (ilustrada por Takeshi Obata). O mangá serviu de base para a construção de um império de fãs alucinados, que mesmo depois de quase 10 anos da sua conclusão, continua recrutando fãs novos a cada dia.

quarta-feira, 23 de agosto de 2017

[Especial] Kindle Unlimited: Mito ou Realidade?


Recentemente ganhei um kindle paperwhite – inclusive, a discussão de qual modelo se adéqua melhor as suas necessidades poderá ser um tema futuro para aparecer em um especial, se vocês se interessarem – e assim que você acaba de configurá-lo aparece uma opção para visitar a loja kindle, onde teremos milhões de e-books disponíveis para compra e download. Como eu nunca tinha usado nenhum serviço do kindle, me foi oferecido para testar por 30 dias o serviço Kindle Unlimited, onde eu poderia “pegar emprestado” qualquer livro do catálogo disponível (mais de um milhão de títulos) e baixá-los de “graça”.

quarta-feira, 19 de julho de 2017

[Resenha] Ciclo Terramar #2: As Tumbas de Atuan

“[...] A liberdade é um fardo pesado e uma carga enorme e estranha para o espírito carregar. Não é fácil. Não é um presente dado, mas uma escolha que se faz, e a escolha pode ser difícil. A estrada sobe em direção à luz, mas o viajante sobrecarregado pode nunca chegar a seu fim.” (Página 143)


sexta-feira, 14 de julho de 2017

[TAG] Tag dos 50% {2017}


Chegamos à metade de 2017. Como andam as metas de vocês? Obviamente, estou atrasada e queria ter lido muita coisa que ainda não li, seja por ter passado outras coisas na frente ou por pura burrice...

Como todo bom meio de ano, chegou a hora de responder a Tag dos 50% (Mid-Year Book Tag)! São quinze perguntas sobre as minhas leituras até o momento.